Com Dia das Crianças, comércio da região deve faturar mais de R$ 240 mi em outubro

Projeção do Sincomercio é que vendas aumentem 3,5% em relação a 2016

Bicicleta e brinquedos são boas opções de presente

Bicicleta e brinquedos são boas opções de presente (foto: Agência Tutu)

O faturamento do comércio varejista dos municípios da base do Sincomercio (Sindicato dos Lojistas e do Comércio Varejista de Americana, Nova Odessa e Santa Bárbara d’Oeste), considerando os setores mais relevantes para o Dia das Crianças, deve ser de R$ 242 milhões em outubro deste ano, o que representa um crescimento de 3,5% em relação ao mesmo período de 2016. A projeção é da assessoria econômica da entidade.

Para o levantamento, a economista Caroline Miranda Brandão considerou os seguintes setores: Farmácias e perfumarias; Eletrodomésticos e eletrônicos; Móveis e decoração; Vestuário, tecidos e calçados; e Outras atividades (que inclui, entre outros, Artigos recreativos e esportivos). “A expectativa é de otimismo, tendo em vista a retomada na economia nos últimos meses, principalmente pela recuperação de postos de trabalho, queda da inflação e dos juros. Porém temos que ter certa cautela ao fazer a projeção, pois o desemprego ainda continua alto e o consumidor tem adotado certo cuidado, principalmente para não se endividar”, explica Caroline.

Bicicleta e brinquedos são boas opções de presente

Segundo levantamento feito pela FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo), entidade a qual é filiado do Sincomercio, a partir dos dados do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), os pais terão muitas opções vantajosas na hora de presentear no próximo Dia das Crianças já o que preço de alguns itens caíram ou subiram abaixo da inflação geral no acumulado dos últimos 12 meses até agosto, que atingiu 2,46%.

A boa notícia é que os preços da Bicicleta e dos Brinquedos, itens preferidos pelas crianças, subiram apenas 0,68% e 1,36% em relação a agosto do ano passado. Para quem busca itens de maior valor agregado, os instrumentos musicais e o microcomputador estão 6,97% e 15,51% mais baratos.

Entre os itens de vestuário, apenas o conjunto infantil apresentou queda nos preços no período (2,36%), enquanto que o preço do agasalho infantil (3,02%), da bermuda e short infantil (2,96%), da camisa/camiseta infantil (2,75%), subiram acima da inflação média. Já a calça comprida infantil e o vestido ficaram apenas 0,5% e 1,08% mais caros que no ano passado.

Para os pais que buscam atividades de recreação, o ingresso para jogos está 12,13% mais barato enquanto que o cinema ficou 6,49% mais caro. Outras opções são o CD e DVD cujos preços recuaram 1,82% e os livros que ficaram 4,27% mais caros.

Você pode gostar...